quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

O prazer de viver bem a vida.


Começar o dia de bem consigo mesmo é um dos segredos para viver a felicidade. Numa sociedade péssimista e desesperançada, o brasileiro abate-se, não vislumbrando salda para os seus problemas. Culpa o governo, a vida, a falta de dinheiro e de trabalho pela infelicidade e mal-estar geral em que vive. É evidente que a sociedade não caminha às mil maravilhas. Os fatos estão aí, colocando à mostra as mazelas existentes - crise, miséria, corrupção, violência.

Não obstante a realidade dura em que todos nos debatemos, há pessoas que conseguem ter paz interior. Elas gostam de si mesmas, lutam pelas coisas que desejam, acreditam, têm esperança. Não são seres vindos de outro planeta. São pessoas como nós, mas que perceberam o alcance do otimismo em suas vidas.

Os otimistas sabem ver o lado positivo da vida. Acreditam no amor, na família, em Deus e, porque têm uma espiritualidade mais acurada, contornam melhor os problemas e sabem se equilibrar diante dos revezes. Não é que a vida seja um mar de rosas para eles. Mas, através da força interior que os sustenta, são capazes de superar os problemas sem grandes traumas.

Antonio Carlos

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Repórter Mirante visitou Nina Rodrigues e faz uma viagem pela história da Balaiada.



Repórter Mirante que foi ao ar neste sábado (24), fez um passeio pela história das maiores revoltas populares do Brasil, a Balaiada. Para contar os detalhes do movimento, a repórter Regina Souza viajou até o município de Nina Rodrigues, a 179 km de São Luís, local que foi palco da revolta.

Foto: Reprodução/TV Mirante

O movimento da Balaiada aconteceu em 13 de dezembro de 1838 e reuniu escravos, sertanejos e prisioneiros de luta contra o monopólio político e econômico dos fazendeiros do Maranhão no século 19. Durante a visita a Nina Rodrigues, a atração refaz os caminhos dos revoltosos na chamada Vila da Manga Iguará e confere de perto os rastros deixados pelo combate.

Além disso, o programa visita o Recanto dos Balaios, um museu que foi construído pelo piauiense Baltasar de Carvalho Melo que se esforça para guarda relíquias e lembranças de um tempo que marcou a história do Maranhão.

TV Mirante são Luis -Ma.


segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Roseana Sarney adia para o mês de março visitas ao interior do estado
















A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) transferiu para o início de março a peregrinação que fará por cidades do interior do Maranhão a fim de retomar contatos com lideranças políticas já com vistas a preparar sua candidatura ao Governo do Estado.
A princípio, a primeira visita seria nesta segunda-feira (19) em Imperatriz, mas houve um realinhamento das datas e ficou acertado que as visitas começam na primeira quinzena do próximo mês, devendo ela percorrer diversas cidades numa única viagem. Na próxima semana deverão ser anunciados os lugares onde ela fará reuniões e as datas de cada uma delas.
Nessas visitas, além de contatos com lideranças políticas – prefeitos, vereadores, presidentes de partidos etc – Roseana pretende manter contatos com líderes comunitários e a população, não estando definido que tipo de agenda ela cumprirá em cada município, já que há impedimentos pela legislação eleitoral de atos que possam se caracterizar propaganda antecipada, ou seja, agenda de campanha disfarçada de compromissos de trabalho.
FONTE:Portal Maranhão hoje

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Casos de dengue caem 74%no Maranhão.


O Maranhão teve queda de 74,5% no número de casos suspeitos de dengue nas primeiras semanas deste ano na comparação com o mesmo período de 2017.
 
A redução é mais acentuada que a verificada no Brasil todo, de 44%. No Maranhão, a queda foi de 271 para 69 casos suspeitos até a terceira semana de janeiro. Alguns Estados tiveram aumento de casos, como São Paulo, cuja alta foi de 241%.
 
A adoção de medidas preventivas e de combate ao mosquito transmissor devem ser de caráter permanente, tanto da parte do poder público como no dia a dia da população. É sempre importante tampar as caixas d’água, manter as calhas limpas, lixeiras bem tampadas e limpar, semanalmente, os pratos de vasos de plantas com areia.
 
“Precisamos eliminar os focos do mosquito para evitar surtos das doenças por ele transmitidas. Isso é uma responsabilidade de todos. Precisamos unir forças para combater o Aedes, a ação mais efetiva é eliminar os focos”, diz o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Fonte :Central de Notícias